Sementes Mogno Africano, Khaya Senegalensis

Nome Popular: MOGNO AFRICANO
Nome Científico: Khaya senegalensis.
Família: Não
Síndrome de Dispersão: Anemocórica
Sinomínia Botânica: Khaya spp.
Grupo Ecológico: Exótica
Classificação Sucessional: N/A
Ameaça de Extinção: Em Perigo
Ocorrência conforme resolução SMA 08 – Estado de São Paulo: Não se aplica
Origem: Exótica
Locais de Ocorrência: Sudeste, Sul
Onde Plantar: Plantações em áreas de florestas de alto valor agregado, para produção de madeira nobre.
Solo de Plantio: Áreas Secas, Litoral
Porte da Árvore: De 10 a 15 metros, De 15 a 20 metros, De 20 a 25 metros
Utilidades: Caixotaria, Construção Civil, Lenha, Marcenaria, Melíferas, Para Calçada, Uso Ornamental
Madeira: Não
Tronco: Frequentemente bem mais curto e torto, com sapopemas curtas ou ausentes. O fuste tem entre 10 a 16 metros, livre de galhos
Folha: Dispostas espiraladamente com tendencia a se agrupar nas extremidades dos ramos, compostas, paripenada com 2 até 6 pares de folíolos, sendo mais comum a incidencia de 3 a 5 pares, estípulas ausentes.
Flor: Dispostas em inflorescencias axilares ou aparentemente terminais, com panículas de até 20 cm de comprimento.
Fruto: Ereto, sob forma de cápsula lenhosa quase globosa de 4 a 6 cm de diâmetro, o qual possui colocração entre cinza-pálido a marrom-acinzentado, possuindo grande número de sementes.
Fruta Comestível: Não
Potencial Paisagístico: Não
Fenologia: Floresce de Novembro – Janeiro
Propriedades Medicinais: Não
Tempo Médio de Emergência: 30 Dias
Sementes por Kilo: 4.700
Sementes por Cova: 1
Mês de Coleta: Agosto
Classificação: Recalcitrantes
Longevidade e Armazenamento: Não
Colheita: Colher diariamente assim que ocorre a abertura espontânea
Quebra de Dormência: Imersão por 24 horas em água temperatura normal antes do plantio.
Como Plantar: Colocar as sementes para germinar, plantar em canteiros ou diretamente em tubetes individuais contendo substrato organo-argiloso e mantidos em ambiente semi-sombreado.

adminSementes Mogno Africano, Khaya Senegalensis